Objetivo do blog


"Cada pessoa tem um enorme potencial. Ela ou ele sozinho pode influenciar as vidas de outros entre suas comunidades, nações e entre o alcance e além de seu próprio tempo." Yunus

E com a troca de informações podemos promover uma mudança social, e melhorar o mundo em que vivemos!





"Each person has tremendous potential. She or he alone can influence the lives of others within the communities, nations, within and beyond her or his own time." Yunus


By exchanging information we will join people who have the will to promote social changes, and improve the world we live in!
















sábado, 10 de julho de 2010

Ensino Afetivo - Henri Wallon


henri-wallon.jpg



Tenho uma grande admiração por Henri Wallon, suas teorias e experiências vividas. Me identifico muito com o que ele acreditava, na importância que dava ao afetivo, e nas fases de desenvolvimento da criança que ele coloca.

Henri Paul Hyacinthe Wallon nasceu em Paris, França, em 1879. Graduou-se em medicina e psicologia. Fez também filosofia. Ao longo de toda a vida, dedicou-se a conhecer a infância e os caminhos da inteligência nas crianças.

Ele atuou como médico do exército francês, vivenciando o ser humano no seu momento mais tenso, momento que mais traumatiza e mexe com as emoções. É no momento de conflito que podemos conhecer as pessoas, analisar seu comportamento e observar e entender suas reações.

Wallon manteve interlocução com as teorias de Piaget e Freud.

Ao comparar sua teoria com a de Piaget, os dois se propunham a análise genética dos processos psíquicos, no entanto, Wallon pretendia a gênese da pessoa e Piaget a gênese da inteligência.

Embora Wallon tivesse uma formação similar a de Freud (neurologia e medicina) a prática de atuação os levou a caminhos distintos. Freud abandonou a neurologia para dedicar-se a terapia das neuroses e Wallon se manteve ligado a esta devido ao seu trabalho com crianças com distúrbios de comportamento.

O método adotado por Wallon é o da observação pura. Considera que esta metodologia permite conhecer a criança em seu contexto, “só podemos entender as atitudes da criança se entendermos a trama do ambiente no qual está inserida”.

Wallon foi o primeiro a levar não só o corpo da criança mas também suas emoções para dentro da sala de aula. Fundamentou suas idéias em quatro elementos básicos que se comunicam o tempo todo: a afetividade, o movimento, a inteligência e a formação do eu como pessoa.

A proposta walloniana põe o desenvolvimento intelectual dentro de uma cultura mais humanizada. A abordagem é sempre a de considerar a pessoa como um todo.

Me identifico por completo com o fato de Wallon enfatizar o papel da emoção no desenvolvimento humano. Segundo Wallon todo contato que a criança estabelece com as pessoas que cuidam dela desde o nascimento, são feitos de emoções e não apenas cognições.

Wallon da devida importância ao ambiente e aos mediadores da criança. Ambientes violentos ou até mesmo negligentes irão contribuir para um desequilíbrio emocional, causando diversos distúrbios no seu contato social e consigo mesmo. E nos ambientes acolhedores e motivadores regados de atenção e carinho, garantem à criança uma segurança afetiva fazendo com que ela consiga continuar numa relação saudável com o outro, possibilitando fluir seu processo de desenvolvimento e aprendizagem.

A criança e até mesmo o adulto saudável emocionalmente, dotado de auto-estima e segurança, vai ter mais facilidade no processo de aquisição de conceitos e na administração de conflitos mesmo nos momentos mais tensos da vida.

Tenho muita afinidade com a Educação Humanista que Wallon sugere, a formação de um cidadão participante, crítico, ativo, integral, assumindo sua cidadania, com a valorização da cultura e do social como possibilitadores da construção de um novo indivíduo, de uma nova comunidade/humanidade.

Referencias:
http://educarparacrescer.abril.com.br/aprendizagem/henri-wallon-307886.shtml?page=page2
Wallon, Henri. A Criança Turbulenta Ed. Vozes
HYPERLINK "http://www.cursosadistancia.pro.br/teorias_aplicadas/cursos_a_distancia_henri_wallon" http://www.cursosadistancia.pro.br/teorias_aplicadas/cursos_a_distancia_henri_wallon
HYPERLINK "http://br.geocities.com/elisa_diniz/aproximacoes" http://br.geocities.com/elisa_diniz/aproximacoes
http://www.centrorefeducacional.com.br/wallon.htm
Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. Isabel Galvão. Ed. Vozes, 1995.
A importância do Movimento no desenvolvimento psicológico da criança in Psicologia e educação da infância – antologia. Henri Wallon. Ed. Estampa.
DANTAS, Heloysa. A infância da razão. Uma introdução à psicologia da inteligência de Henri Wallon. São Paulo, Manole, 1990
GALVÃO, Izabel. Uma reflexão sobre o pensamento pedagógico de Henri Wallon. In: Cadernos Idéias, construtivismo em revista. São Paulo, F.D.E., 1993.
WALLON, Henri. Psicologia. Maria José Soraia Weber e Jaqueline Nadel Brulfert (org.). São Paulo, Ática, 1986.

Nenhum comentário: